• Ronaldo Gorga

O que é gordura visceral e por que é tão perigosa?



Você deve conhecer a gordura visceral por outro nome, gordura da barriga ou barriguinha de cerveja, enquanto muitos vêem como problema estético, ter excesso de gordura na barriga tem um efeito significativo na sua saúde.


Existem dois tipos de gordura, a subcutânea está localizada abaixo da pele, já a visceral é encontrada sob o músculo abdominal, envolvida em torno dos órgãos internos. Esse tipo de gordura é a mais perigosa, pois aumenta a resistência à insulina e seu risco de síndrome metabólica, que desempenha um papel no desenvolvimento de:

  • Diabetes tipo 2;

  • Doenças cardíacas;

  • Câncer de mama;

  • Alzheimer.

Como dito acima, essa gordura está relacionada com várias doenças e pode problemas de cognitivos, pois ela danifica células cerebrais, influenciando a microglia, ou células imunes no cérebro a mudarem o comportamento e em seguida desencadear danos funcionais aos neurônios.

Enquanto muitos acham que o índice de massa corporal (IMC) é um método confiável para definir a categoria de obesidade, a medida da relação cintura-quadril é uma melhor indicação de saúde. Essa medida da gordura visceral ajuda a prever o potencial de doença crônica e até mortalidade, a medida de gordura em outros lugares não tem tanta influência direta na sua saúde.


Uma proporção alta dessa medida sugere um acumulo maior de gordura visceral ao redor dos órgãos abdominais, o que é muito mais perigoso para a saúde do que a gordura subcutânea localizada diretamente sob a pele.


Para determinar sua proporção cintura-quadril, você deseja medir as duas áreas. Comece medindo sua cintura usando uma fita métrica ou de tecido. Encontre sua cintura, que é o ponto médio entre a última costela e a crista ilíaca. Estes são os ossos na frente do seu abdômen. Meça a área do meio sem puxar a fita métrica com muita força. Faça algumas medições, deixando 30 segundos entre cada uma para permitir que a pele e o tecido subcutâneo retornem ao normal.


Certifique-se de fazer a medição sempre no mesmo local. Usando apenas a circunferência da cintura, suas categorias de risco são:


Alguns exercícios só irão te ajudar com a gordura subcutânea e construir músculos, mas a gordura visceral ainda estará lá. A gordura visceral é mais perigosa que a subcutânea, mas também é mais fácil de ganhar e perder. Juntamente com a prática de jejum intermitente e a ingestão de uma dieta cetogênica para apoiar seus esforços de saúde mitocondrial e perda de peso, essas estratégias podem ajudá-lo a perder gordura subcutânea e visceral:

  • Reduza o estresse: localizadas no topo de cada rim estão as glândulas supra-renais. O cortisol é um esteroide produzido por essas glândulas relacionadas à sua resposta de "luta ou fuga". Quando você está sob estresse crônico, o cortisol aumenta a distribuição de gordura na área abdominal.

  • Hidrate-se: água potável pode ser uma das maneiras mais fáceis de reduzir o estresse psicológico e físico. Seu corpo é composto por mais de 60% de líquido e seus rins precisam de líquidos para eliminar as toxinas do corpo. Quando você está desidratado, afeta a liberação de cortisol e altera o metabolismo. Você saberá que está bem hidratado pela cor da urina

  • Durma bem: Manter quantidades adequadas de sono de qualidade ajuda a controlar o estresse. A perda de sono pode alterar sua produção de hormônios, incluindo cortisol, e deixá-lo vulnerável aos efeitos do estresse diário. A privação do sono pode levar a um aumento no cortisol, comprometendo o sistema imunológico e prejudicando o metabolismo e o comprometimento cognitivo.

  • Controle o nível de insulina: Seu corpo produz insulina em resposta à ingestão de carboidratos, que trabalha com cortisol para ajudar a regular seus níveis de açúcar no sangue. Ao reduzir sua ingestão de carboidratos, você reduz a secreção de insulina e pode ajudar a reduzir o acúmulo de gordura visceral.

  • Otimizar nível de vitamina C: A vitamina C oferece resiliência contra o estresse e desempenha um papel na estabilização do açúcar no sangue, o que contribui para a produção e liberação de cortisol. Quando você come várias porções de legumes e frutas todos os dias, ajuda a manter seus níveis de vitamina C.




Fale com a gente (11) 97658-4670

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon

Copyright © 2020 Dr. Ronaldo Gorga. Todos os Direitos Reservados