• Ronaldo Gorga

COMO SABER SE ESTOU TENDO UM ATAQUE CARDÍACO?



O ataque cardíaco pode vir de repente e os seus sintomas são bastante comuns o que faz com que diversas pessoas não percebam que estão tendo um no início. As vezes acontece das pessoas presenciarem apenas um sintoma, o que faz com que o ataque cardíaco seja mais difícil de diagnosticar.


Mas afinal, o que acontece com nosso corpo durante um ataque cardíaco? Continue lendo que terá todas suas respostas.


Para começar vamos entender que o coração é um dos órgãos mais extraordinário que pode funcionar mesmo quando separado do corpo, desde que tenha suprimento adequado de oxigênio.


É vital que receba bastante sangue oxigenado, pois se houver uma quantidade insuficiente ele pode morrer. Essa perda de suprimento sanguíneo pode ocorrer quando placas se acumulam nas artérias coronárias, assim bloqueando o fluxo sanguíneo para o coração. Essa placa é composta de colesterol, substâncias gordurosas, resíduos celulares, cálcio e fibrina.


Quando a placa se acumula nas artérias coronárias, ela pode resultar em espasmos da mesma ou aterosclerose (endurecimento dos músculos cardíacos) que pode levar a um coagulo sanguíneo quando a placa se rompe. Aterosclerose pode levar a doença coronariana, desencadeando um ataque cardíaco.


Um ataque cardíaco também pode ocorrer quando o suprimento sanguíneo não pode atingir o coração devido a estreitamento das artérias do mesmo.


Outro aspecto importante a se atentar é saber a diferença entre ataque cardíaco e uma parada cardíaca, pois as pessoas tem a impressão de ser a mesma coisa. Porém a parada cardíaca ocorre devido ao mau funcionamento elétrico do coração causando um batimento cardíaco irregular, geralmente ocorre sem aviso. Um ataque cardíaco pode aumentar o risco de parada cardíaca.


Mas vamos ao que interessa, o que acontece durante um ataque cardíaco?


Se o coração estiver acumulando placas ao longo dos anos, ele poderá engrossar o suficiente para obstruir o fluxo sanguíneo. Talvez você não perceba que já tem um fluxo sanguíneo estreito, porque uma vez que uma artéria coronária se torna incapaz de levar sangue ao coração, outras artérias se expandem para suprir a necessidade causada pela artéria incapacitada.


A placa é coberta por uma capa fibrosa sólida por fora, mas por dentro é macia devido ao conteúdo adiposo. Se a placa é rompida as substâncias gordurosas ficam expostas, as plaquetas correm ara a placa formando um coágulo de sangue.


Esse coágulo formado se torna a principal obstrução do fluxo sanguíneo, fazendo o coração ficar "faminto" por sangue rico em oxigênio, logo o sistema nervoso envia sinais para o cérebro do que está acontecendo.


Ai que devemos prestar atenção, pois começaremos a suar, a frequência cardíaca vai acelerar, além de se sentir enjoado e fraco.


Quando o sistema nervoso envia os sinais para a medula espinhal, outras partes do corpo começam a doer, você presenciará uma dor no peito imensa que lentamente vai para o pescoço, mandíbula, orelha, braços, punhos, costas e até no abdômen, as dores podem durar minutos a horas.


Logo os tecidos do coração irão morrer sem o tratamento adequado. Se o coração para de bater completamente, as células cerebrais vão morrer em um período de 3 a 7 minutos. Se você for tratado imediatamente o coração começará a cicatrizar, mas o tecido danificado nunca funcionará novamente, resultando em um fluxo sanguíneo lento e permanente.


Segundo a OMS 70 mil pessoas morrem por ano de ataque cardíaco no Brasil. Um número grande, portanto se atenta a os seguintes fatores de risco:


  • Idade: homens com mais de 45 anos ou mulheres acima de 55 tem riscos elevados;

  • Fumantes: A exposição a cigarro seja como fumante passivo aumenta os riscos de doença cardiovascular;

  • Diabetes;

  • Histórico familiar de ataque cardíaco;

  • Estilo de vida sedentário;

  • Obesidade;

  • Estresse: isso aumenta os glóbulos brancos aumentam, o que aumenta o risco de desenvolver aterosclerose;

  • Uso ilegal de drogas: Cocaína e anfetamina causas espasmos nas artérias;

  • Níveis altos de colesterol

Pensando em melhorar a saúde de todos e ajudar a evitar doenças cardíacas eu criei o curso "O que não te contam sobre o colesterol", onde você vai encontrar as melhores e mais confiáveis informações sobre como o colesterol age em nosso corpo, se ele realmente é ruim, o que causa de verdade colesterol alto e como diminuí-lo naturalmente.



Fale com a gente (11) 97658-4670

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon

Copyright © 2020 Dr. Ronaldo Gorga. Todos os Direitos Reservados