• Ronaldo Gorga

Por que idosos são mais afetados pelo COVID-19?



Desde os primórdios da humanidade as pessoas buscam a fonte da juventude, já pensaram que era uma fonte real, onde poderiam se banhar ou beber para retardar o processo de envelhecimento.


Hoje sabemos que diversos fatores afetam o envelhecimento, incluindo inflamação crônica. Embora a inflamação tenha um papel essencial no reparo de lesões, a inflamação crônica pode resultar em condições de saúde como doenças intestinais, artrite, diabetes e doenças cardíacas.


Muitas vezes não percebemos os sinais visíveis precoces de inflamação crônica, doenças crônicas são um dos sinais. A inflamação subjacente ou basal pode exacerbar o processo de envelhecimento e aumentar o risco de doença infecciosa grave, como foi demonstrado pelo número de pessoas com 65 anos ou mais que morreram de COVID-19.


Essa inflamação em nosso corpo é prejudicial e afeta negativamente a imunidade portanto prevenir a inflamação pode melhorar a resposta imune. Esse é um caminho significativo para ajudar a reduzir a gravidade da doença em idosos infectados com SARS-CoV-2.


Esse novo coronavírus causa uma condição grave em idosos, aumentando a morbimortalidade. A doença grave geralmente se apresenta com inflamação excessiva no sistema pulmonar, especialmente em indivíduos mais velhos com alta proteína C-reativa basal, indicando uma resposta inflamatória aumentada. Os dados mostram que biomarcadores de inflamação como esses são preditores relativamente precisos de mortalidade em idosos, aumentando sua suscetibilidade a todos os tipos de doenças.

uma resposta inflamatória de baixo grau pode ser o resultado de vários mecanismos, incluindo um microbioma intestinal comprometido e obesidade. À medida que o corpo envelhece, também perde lentamente a capacidade de limpar células mortas e moribundas, o que posteriormente aumenta a atividade inflamatória. Essas células senescentes não são mais capazes de se dividir e se acumulam por todo o corpo. No entanto, eles não são "silenciosos", mas podem secretar citocinas inflamatórias e outras moléculas inflamatórias que podem desencadear inflamação e disfunção.


Se você tem uma resposta inflamatória basal, a vacina contra a gripe pode não ser tão eficaz quanto o esperado. Os pesquisadores melhoraram a resposta do corpo a um antígeno através da administração de um inibidor, o que sugere que a inflamação basal tem um efeito significativo no sistema imunológico . Pesquisadores também teorizam que isso pode ser relevante para idosos com doença grave do trato respiratório. À medida que envelhecemos, o número de células senescentes e o nível de inflamação basal aumentam.


Outra maneira de melhorar a imunidade e reduzir a inflamação pode ser eliminá-las.

As terapias metabólicas são estratégias que podem ser usadas para interromper a progressão da doença viral. No novo campo da pesquisa em imunometabolismo, os cientistas descobriram que o metabolismo influencia a alteração da replicação viral e afeta a resposta do corpo a um patógeno. Uma das estratégias que mostra promessa é a cetose.


Atualmente, estão sendo realizados ensaios clínicos para investigar o uso de uma dieta cetogênica para reduzir os sinais de envelhecimento, prevenir insuficiência cardíaca e neurodegeneração e controlar o diabetes. Os pesquisadores esperam que o uso de uma dieta cetogênica em pacientes intubados com confirmação positiva para COVID-19 possa ajudar a reverter a progressão da doença.


Em pacientes intubados na UTI, eles acreditam que usar uma fonte exógena de cetonas em vez de induzir cetose por jejum prolongado terá um efeito positivo maior. Para aqueles que não são intubados, os autores escrevem sobre potenciais vantagens imunológicas quando um estado metabólico cetogênico é iniciado. Os pesquisadores também descobriram que medicamentos que imitam a restrição calórica, como a metformina, podem reduzir a resposta inflamatória porque se livram das células senescentes da mesma maneira que os agentes senolíticos.

Fale com a gente (11) 97658-4670

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon

Copyright © 2020 Dr. Ronaldo Gorga. Todos os Direitos Reservados