• Ronaldo Gorga

O PERIGO DO GLUTAMATO MONOSSÓDICO



O aditivo alimentar glutamato monossódico, um realçador de sabor, pode levar a obesidade. Uma pesquisa mostrou que quem ingere esse ingrediente são mais propensas a estar com sobrepeso ou obesidade. Esse aditivo alimentar é amplamente utilizado e é facilmente encontrado em alimentos industrializados, embora muitas vezes não aparecem no rotulo com esse nome.

Pesquisadores descobriram que aqueles que comiam mais glutamato (cerca de 5 gramas por dia) tinham cerca de 30% mais chances de ficar acima do peso que aqueles que comiam menos de 1 grama por dia.

Quanto mais glutamato consumido mais nosso corpo produz leptina, levando a resistência à leptina. Lembrando que a forma como nosso corpo armazena gordura é um processo altamente regulado e controlado principalmente pela leptina. Ao ganhar peso em excesso, a gordura extra produz leptina extra que deve alertar nosso cérebro que o corpo esta armazenando muito gordura e deve para de armazenar e queimar o excesso.

Para acontecer isso, sinais são enviados para o cérebro deixar de sentir fome e para de comer. Porém é importantíssimo que nosso cérebro seja capaz de receber esses sinais que a leptina envia com precisão, caso contrario continuaremos a sentir fome e provavelmente continuaremos a comer e armazenar gordura extra.

Portanto a resistência à insulina contribuirá para o ganho de peso, aumentará o risco de doenças crônicas, já que a leptina desempenha um papel significativo em doenças cardíacas, obesidade, osteoporose, doenças autoimunes e distúrbios reprodutivos. Mas como isso acontece?

Pela superexposição a altos níveis de hormônio, que é desencadeado por essa dieta rica em açúcares e alimentos industrializados ricos em glutamato monossódico.

E não para por ai, o glutamato é uma excitotoxina o que significa que ela excita demais as células a ponto de causar danos ou morte, levando a danos cerebrais em graus variados , podendo levar a dificuldade de aprendizagem, Alzheimer, Parkinson. Além disso outras sintomas vem sido associado ao consumo de glutamato como:

  • Lesões oculares;

  • Depressão;

  • Fadiga;

  • Formigamento;

  • Sensação de queimação;

  • Dor no peito e dificuldade de respirar;

  • Dor de cabeça;

  • Náusea;

  • Batimentos cardíacos rápidos;

  • Sonolência;

  • Fraqueza.

Depois de tantos problemas que o glutamato pode causar em nossa saúde, você deve estar querendo ficar longe,porém como mesmo disso no começo desse artigo, muitas vezes o glutamato monossódico está escondido atrás de outros nomes nos rótulos, portanto quando ler seu rotulo e encontrar qualquer um desses nomes, saiba que você está ingerindo glutamato:

  • Glutamato de monopotássio;

  • Caseinato de sódio;

  • Proteína texturizada;

Mas lembre-se a melhor forma de se evitar o glutamato é tendo uma alimentação a base de alimentos reais, verduras e legumes.




Fale com a gente (11) 97658-4670

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon

Copyright © 2020 Dr. Ronaldo Gorga. Todos os Direitos Reservados