• Ronaldo Gorga

CAFÉ AJUDA COM A DIABETES?



O café tem sido uma das bebidas amplamente consumidas no mundo, presente em diversas culturas. Desde sua descoberta há mais de 100 mil anos na região hoje conhecida como Etiópia, o café se tornou ícone social.

Você pode convidar um amigo ou colega de trabalho para encontrar para tomar um café ou acompanhá-lo para um "coffee break". Abaixo estão alguns fatos sobre essa bebida tão popular:

  • Estima-se que 2 bilhões de xícaras de café sejam consumidas no mundo todo, todos os dias;

  • O café é um dos produtos mais valiosos do comercio mundial e seu cultivo, processamento, comercialização e transporte fornecem emprego a milhões de pessoas globalmente;

  • O café é cultivado em cerca de 70 países;

  • O Brasil é o maior produtor de café, contribuindo com 40% da oferta mundial;

Esta bebida quando consumida moderadamente pode fazer parte de uma dieta saudável e balanceada para a população adulta em geral e trazer alguns benefícios para saúde.

Dadas as crescentes taxas de diabetes em todo mundo, não podemos de deixar de falar da associação positiva entre o consumo de café e a diminuição do risco de diabetes tipo 2. Para começar devemos lembrar que ela é uma doença crônica que surge quando nosso pâncreas não produz insulina ou nosso corpo não pode usar a insulina que produzimos. E segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) o numero de pessoas com diabetes aumentou de 108 milhões de pessoas em 1980 para 422 milhões em 2014.

A diabetes é uma das principais causas de cegueira, ataques cardíacos, amputação de membros inferiores, insuficiência renal e acidente vascular cerebral. Mas onde o café entra nisso?

Um estudo reuniu cerca de 1,2 milhão de participantes, com 53 mil casos de diabetes tipo 2 e descobriram que o risco dessa doença foi 29% menor no grupo com maior consumo de café (consumo médio foi de 5 xícaras por dia) comparado ao grupo que consumia 0 xícaras por dia.

Os pesquisadores notaram que certas propriedades do café são responsáveis pelo aumento da saúde, por exemplo o cafestol, um composto bioativo que melhora os marcadores de diabetes tipo 2.

Portanto aumentar sua ingestão de café pode reduzir o risco de debates tipo 2, pois uma pesquisa mostrou que participantes que aumentaram o consumo de café em mais de 1 xícara por dia tiveram um risco de 11% menor de diabetes tipo 2 nos quatro anos subsequentes em comparação com aqueles que não fizeram a mudança no consumo desta bebida.

E os benefícios do café não param por ai, pessoas que bebem café tem 7% menos chance de insuficiência cardíaca e 8% menos chance de derrame por cada xícara adicional de café consumida por semana.

Além disso o consumo de 3 a 4 xícaras por dia reduziu o risco de:

  • Mortalidade por todas as causas em 11%;

  • Mortalidade cardiovascular em 19%;

  • Doença cardiovascular em 15%.

Além disso o consumo de café esta ligado com menor risco de diversos cânceres. E consumir pelo menos 4 xícaras de café por dia pode fornecer cafeína suficiente para proteger e reparar o músculo cardíaco. Já quanto a saúde do cérebro, o consumo de café está associado a um menor risco de tumor cerebral.

Portanto, consuma café mas de preferência a orgânicos, pois o convencional está carregado de pesticidas. Outra recomendação minha é evitar o açúcar, adoçantes artificiais e leite.

Se você estiver grávida evite cafeína do café e outras fontes, pois pode aumentar as chances de prolongar a gestação e ter um bebe com peso baixo.


Fale com a gente (11) 97658-4670

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon

Copyright © 2020 Dr. Ronaldo Gorga. Todos os Direitos Reservados