• Ronaldo Gorga

Riscos do sal para sua saúde



O sal é formado por cerca de 40% sódio e os outros 60% de cloreto e está presente na casa da maioria das pessoas. O sódio é um mineral essencial para a função ideal do sistema nervoso e muscular bem como na regulação do volume plasmático. Juntamente com o cloreto, que ajuda o corpo a manter um equilíbrio adequado de água e minerais.


No entanto, apesar de suas funções essenciais, a ingestão de muito sal pode ter efeitos desagradáveis, tanto a curto quanto a longo prazo. Por isso é essencial que nossa ingestão deve ser equilibrada.


Comer muito sal ao mesmo tempo, em uma única refeição ou durante um dia, pode ter algumas consequências a curto prazo, como:


  • Retenção de água

Podemos perceber nos sentir mais inchado do que o normal, isso acontece pois os rins tentam manter uma proporção específica de sódio/água no corpo. Para realizar isso, eles retêm água extra para compensar o sódio em excesso que foi ingerido. Esse aumento da retenção de água pode resultar em inchaço, especialmente nas mãos e pés, e pode fazer com que você pese mais que o normal.


  • Aumento da pressão arterial temporariamente

Consumir sal em excesso pode fazer com que um volume maior de sangue flua nos vasos sanguíneos e artérias, pois ele atrai moléculas de água, para manter o equilíbrio osmótico, isso pode causar um aumento temporário na pressão arterial.

  • Muita sede

Sentir muita sede é uma maneira como o corpo usa para tentar corrigir a proporção de sódio/água. O aumento resultante na ingestão de líquidos pode fazer com que você urine mais do que o habitual. Por outro lado, deixar de consumir líquidos após a ingestão de grandes quantidades de sal pode fazer com que os níveis de sódio do seu corpo subam acima de um nível seguro, resultando em uma condição conhecida como hipernatremia. A hipernatremia pode causar a infiltração de água nas células e no sangue, na tentativa de diluir o excesso de sódio. Se não tratada, essa mudança de fluidos pode resultar em confusão, convulsões, coma e até morte.


Mas quando esse alto consumo se mantem por longos períodos, os problemas podem ser outros, como:

  • Pode aumentar o risco de câncer de estômago

Um estudo incluindo 268.000 participantes sugeriu que aqueles com ingestão média de sal de 3 gramas por dia tem um risco 68% maior de câncer de estômago do que aqueles com ingestão mediana de 1 grama por dia. Seu consumo aumenta a atividade de uma bactéria (Heliobacter pylori ) que pode causar ulceras no estomago, a longo prazo pode evoluir para um câncer.

  • Aumento do risco de doenças cardíacas e morte prematura

A ingestão alta de sal causa um aumento na pressão sanguínea que em excesso pode causar um enrijecimento e estreitamento dos vasos sanguíneos e artérias, isso aumenta as chances de entupimento ou rompimento. Por sua vez, essas alterações podem resultar em um risco maior de doença cardíaca e morte prematura.

Portanto o sal deve ser consumido em quantidades adequadas, sugiro que implemente o sal rosa marinho, pois contém uma menor quantidade de sódio, fora isso, busque consumir mais alimentos reais como verduras e legumes, pois alimentos industrializados são carregados de sódio e outras substâncias artificiais para enganar o verdadeiro sabor desses alimentos.


Caso você faça uma refeição carregada de sódio, certifique-se de beber quantidades suficientes de água para ajudar o corpo a recuperar a proporção adequada de sódio/água. Podemos também tentar ingerir alimentos ricos em potássio, como frutas, verduras, legumes, nozes, sementes e laticínios. Juntamente com o sódio, o potássio é um nutriente que desempenha um papel fundamental na manutenção do equilíbrio de fluidos do seu corpo.



Fale com a gente (11) 97658-4670

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon

Copyright © 2020 Dr. Ronaldo Gorga. Todos os Direitos Reservados