• Ronaldo Gorga

COMER ANTES DE DORMIR ENGORDA?



Durante alguns anos a recomendação dietética padrão nos aconselha a comer 3 refeições por dia com pequenos lanches entre elas. Porém muitas pessoas espalham suas refeições para a manhã e de tarde é comer demais a noite, outros riscos são alterações biológicas que resultam em disfunção metabólica e incapacidade de queimar gordura.

Nosso corpo foi projetado para períodos de jejum intermitente, de fato isso pode trazer diversos benefícios para sua saúde. Sabendo disso não deixe para jantar muito tarde, jantando mais cedo ou pular o jantar pode trazer benefícios como combate do ganho de peso e tem uma influencia significativa no risco de câncer.

Estudos mostraram que o simples fato de jantar mais cedo ou pular esta refeição pode alterar a forma que nosso corpo queima gordura e carboidratos, o que resulta na diminuição da fome e na melhora da queima de gordura. Mas lembre-se quando você faz isso a única coisa que deve mudar é o tempo entre as refeições, o total de calorias deve permanecer o mesmo.

Um estudo foi feito com 11 voluntários com excesso de peso, foram mudados os horários de suas refeições e embora eles estivessem consumindo a mesma quantidade de caloria, os participantes tiveram:

  • Diminuição da fome;

  • Aumento d queima de gordura durante a noite;

  • Maior flexibilidade metabólica.

A pesquisa aponta para a influencia do nosso ritmo circadiano e como aproveitar os altos e baixos desse ritmo para otimizar o metabolismo. Muitas funções metabólicas operam em seu pico pela manhã e no inicio do dia, tornando-se menos eficientes a medida que o dia chega ao fim e nosso corpo se prepara para dormir.

E ainda evitar alimentos antes de dormi ajuda a otimizar a função mitocondrial, que é essencial para prevenção de doenças. Em termos simples, quando estamos dormindo nosso corpo precisa de menos energia e se você alimenta-lo quando energia não é necessária, nossas mitocôndrias criam quantidades excessivas de radicais livres prejudiciais.

Portanto, evite comer muito tarde a noite, isso ajuda a prevenir danos celulares, que podem prejudicar o funcionamento mitocondrial, diminuir o nível de energia e contribuir para doenças degenerativas como o câncer.

Outro fator de risco para nossa saúde é quando nos alimentamos continuamente, quando comemos durante o dia todo, sem nunca pular nenhuma refeição nosso corpo se adapta à queima do açúcar como principal combustível, regulando negativamente as enzimas que utilizam e queimam a gordura armazenada, como resultado você começa a ganhar peso e os esforços para perder peso se tornam ineficazes.

Para a gente perder gordura corporal, é necessário que nosso corpo seja capaz de queimas gordura. Sem essa flexibilidade metabólica, a gordura permanece e nenhum exercício vai te ajudar a queima-la.

Além disso muitos processos biológicos de reparação e rejuvenescimento acontecem quando estamos jejuando. Nosso corpo foi projetado para utilizar a gordura como combustível e ficar tempos sem comer, porém no mundo moderno o que acontece é o oposto, os corpos queimam principalmente carboidratos e açúcar, prejudicando a nossa capacidade de queimar gordura, além de comermos muito todos os dias.

Lembre-se é vital que façamos nossa ultima refeição dentro de 3 horas antes de dormir. O jejum intermitente pode trazer benefícios para nossa saúde, portanto não tenha medo de fazê-lo. Este jejum tem um impacto benéfico na longevidade, normaliza a sensibilidade a insulina


Fale com a gente (11) 97658-4670

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon

Copyright © 2020 Dr. Ronaldo Gorga. Todos os Direitos Reservados