Os surpreendentes benefícios para a saúde da banana, do mamão e da manga verdes


O que é tão benéfico no amido resistente à digestão?

É normal que a fibra seja classificada como solúvel ou insolúvel. Mas, a fermentabilidade da fibra é o que importa do ponto de vista da saúde. Os amidos resistentes à digestão são fibras de baixa viscosidade resistentes à digestão no intestino delgado e de fermentação lenta no intestino grosso.

Os amidos resistentes atuam como prebióticos, alimentando bactérias saudáveis. Eles não o deixarão com gases devido à sua fermentação lenta. Eles ajudam a manter os movimentos intestinais regulares e também adicionam volume significativo às suas fezes.

E, os amidos resistentes não causam picos de açúcar no sangue, por serem indigestos, o que é a melhor parte. Na verdade, os amidos resistentes ajudam a melhorar a regulação da insulina, reduzindo o risco de resistência à insulina, como sugere a pesquisa.

Além de banana, mamão e manga verdes, o feijão branco, a lentilha, as sementes e produtos como amido de batata, amido de tapioca e farinha de arroz integral são ricos em amido resistente.

(Cozinhar um amido que possa ser digerido com normalidade, como batata ou massa, e depois resfriá-lo na geladeira, altera a química dos alimentos, transformando mais em amido do tipo resistente, por incrível que pareça.)

Bananas verdes

De acordo com a Authority Nutrition, antes de amadurecer, uma banana é composta por até 70 a 80 por cento de seu peso seco de amido. Uma grande parte desse amido é resistente à digestão. A quantidade de amido e de amido resistente diminui e é convertida em açúcares, conforme ela amadurece".

As bananas verdes podem ser usadas para tratar a diarreia em crianças e adultos com segurança, devido ao seu alto teor de amido resistente.

Mamão verde

Existem algumas diferenças notáveis ​​entre o mamão maduro e o verde, assim como as bananas. O mamão verde contém maiores quantidades de papaína e potássio mesmo que tanto o mamão maduro quanto o verde sejam ricos em antioxidantes, fibras e papaína, uma enzima que ajuda na digestão das proteínas e atenua a inflamação.

No entanto, como o mamão verde contém látex fluido, pode causar reações alérgicas em alguns indivíduos, portanto, esteja ciente disso e tome cuidado antes de experimentá-lo. Como ele promove as contrações dos músculos uterinos, o mamão verde também é contra-indicado para gestantes.

Por outro lado, por esse mesmo motivo, mulheres com ciclos menstruais irregulares podem se beneficiar do suco de mamão verde.

Os benefícios para a saúde surpreendentes da manga verde

Malda, Afonso, Espada, Sipia, Sukul e a Bumbaiya estão entre as variedades de manga mais populares das 500 existentes. Uma curiosidade é que a manga verde é uma fonte excelente de vitamina C. A manga Espada verde contém tanta vitamina C quanto 35 maçãs, nove limões ou três laranjas.

Eu tenho sete mangueiras no meu quintal e elas estão quase prontas para amadurecer, eu estou ansioso para experimentá-las antes do amadurecimento. Na Índia, a manga verde é usada como remédio natural para:

  • Doenças gastrointestinais (DG) — Diversas doenças gastrointestinais, incluindo diarreia, disenteria, hemorroidas, enjoos matinais, indigestão e constipação são tratadas com manga verde temperada com sal e mel.

  • Doenças hepáticas — Os ácidos da manga verde agem como um anti-séptico intestinal e aumentam a secreção de bile. Atua como um tônico para o fígado e também ajuda a purificar o sangue. A manga verde com mel e pimenta é usada para dores de estômago devido à má digestão, urticária e icterícia.

  • Doenças do sangue — O alto teor de vitamina C da manga verde aumenta a formação de novas células sanguíneas e ajuda a aumentar a elasticidade dos vasos sanguíneos. Além de auxiliar na absorção de ferro e diminuir o sangramento.

Existe uma ressalva com relação ao mamão verde. Como ela pode causar irritação na garganta e/ou indigestão quando ingerida em excesso, evite comer mais de uma manga verde por dia. Por causa da coagulação da seiva, que aumenta o risco de irritação, evite beber água fria logo após ingerir a manga verde.

A importância da fibra para a saúde

A fibra é uma parte importante de sua alimentação, ela pode ajudar muito a melhorar seu microbioma intestinal. O que ajuda a prevenir problemas de saúde associados à síndrome do intestino permeável. Os ácidos graxos de cadeia curta, como butirato, propionato e acetato, são alguns dos subprodutos mais importantes do processo de fermentação da fibra são. Esses ácidos graxos de cadeia curta:

  • Ajudam a prevenir doenças inflamatórias, como asma e doença de Crohn, porque é capaz de nutrir e recalibrar o sistema imunológico.

  • Ajudam a prevenir respostas autoimunes aumentando as células imunológicas especializadas, chamadas células T reguladoras. Eles também estão envolvidos na formação de outros tipos de células sanguíneas em seu corpo, através de um processo chamado hematopoiese.

  • Servem como sinais metabólicos importantes e poderosos e como substratos fáceis para o seu fígado para produzir cetonas que abastecem de forma eficiente suas mitocôndrias.

  • Ajuda você a se sentir mais satisfeito, uma vez que estimula a liberação de um hormônio intestinal conhecido como peptídeo YY (PYY), que aumenta a saciedade.

  • Ajuda a reduzir o risco de câncer de cólon, especificamente, o butirato, afeta a expressão gênica e induz apoptose (morte celular normal programada).

A fibra diferencia os carboidratos "bons" dos "ruins"

Os tipos de carboidratos mais comuns são grãos, arroz, macarrão, batata, frutas e vegetais. No entanto, eles não são iguais, do ponto de vista da saúde, e é o conteúdo de fibra que diferencia os carboidratos "bons" dos "ruins". É aos carboidratos líquidos que você deve prestar mais atenção, quase todos os vegetais e certas frutas são muito ricos em fibras, o que significa que são muito pobres em carboidratos líquidos.

Quando se trata de alto teor de fibra, os vegetais costumam estar no topo da lista, mas, certas frutas também podem servir, ao mesmo tempo que acrescentam um pouco de "aventura culinária" à sua cozinha, como se pode ver. Como regra geral, mesmo que existam diferenças, a maioria das pessoas poderia se beneficiar de:

  • Restringir carboidratos líquidos a menos de 50 gramas por dia (aumente para 100 gramas se você pratica muitos exercícios ou é muito ativo). Subtraia a fibra do total de carboidratos, para determinar seus carboidratos líquidos, ou não fibrosos.

  • Aumentando a fibra em cerca de 50 gramas a cada 1.000 calorias.

Posts Em Destaque