O GRANDE PERIGO DO 5G



A exposição a campo eletromagnético (EMF) é um risco para a saúde do mundo moderno. O site da força tarefa de telefonia celular tem uma longa lista de governos e organizações que emitiram avisos ou tecnologias sem fio proibidas de vários tipos, começando em 1993.

Numerosas publicações científicas recentes mostraram que a EMF afeta organismos vivos em níveis bem abaixo da maioria das diretrizes internacionais e nacionais.Os efeitos incluem aumento do risco de câncer, estresse celular, aumento de radicais livres nocivos, danos genéticos, alterações estruturais e funcionais do sistema reprodutivo,déficits de aprendizado e memória, distúrbios neurológicos e impactos negativos no bem-estar em geral. Os danos não param por ai, há evidencias que eles podem atingir a vida animal também.


O grande perigo do 5g é que ele aumentará substancialmente a exposição a campos eletromagnéticos, um artigo feito por Ronald Powell, cientista aposentado de Havard, observa que não há maneira segura de implementar o 5g em nossas comunidades.


Essas preocupações com a saúde podem atrasar a implementação do 5g. Alguns países já tomara medidas para retardar a implementação do 5g, em Bruxelas, Bélgica e a Suíça está atrasando a implementação para criar um sistema que monitore a radiação do 5g. Em Nova York, estão tentando estabelecer algumas regras para aliviar a preocupações do publico.


Empresas de telecomunicações garantem que as diretrizes já estabelecidas são adequadas para proteger a população, essas diretrizes no entanto são baseadas em um estudo de 1996 sobre quanto um celular aqueceu a cabeça de um manequim de plástico, o que é problemático por 3 razões:


· Organismos vivos consistem em células e tecidos altamente complexos e independentes, não plásticos.

· Humanos de todas as idades, plantas, animais e fetos estariam expostos a radiação;

· As frequências usadas no estudo do manequim foram muito inferiores às exposições associadas a 5g.


A exposição a EMF aumentou demais nos últimos 100 anos. Ela está tão presente na vida de todos, que fica difícil conduzir estudos populacionais já que todos são afetados por esta exposição, o que torna difícil determinar os efeitos.


A radiação do 5G são de 3 tipos, ondas de radio de energia relativamente baixa, radiação de microondas com mais energia e ondas milimétricas com energia. As frequências são extremamente altas, enquanto a frequência do 4G chega a 6GHz o 5G expõe a vida biológica a sinais de 30GHz a 100Ghz, a população nunca teve exposta a frequências tão altas por períodos tão longos.


A preocupação principal é com a onda milimétrica (MMW) no 5G, ela pode penetrar até 2 milímetros o tecido humano causando sensação de queimação. Além disso o MMW foi ligado a:


· Problemas oculares;

· Variação da frequência cardíaca;

· Dores;

· Função imunológica suprimida;


O 5g será semelhante a ligar um microondas com porta aberta pelo resto da vida. O principal perigo dessa radiação é o excesso de estresse oxidativo que resulta na disfunção mitocondrial, além de contribuírem para problemas neurológicos, neuropsiquiátricos, problemas cardíacos e reprodutivos.


Isso inclui, mas não se limita a arritmias cardíacas, ansiedade, depressão, autismo,

Alzheimer e infertilidade, até cânceres. Outra ameaça a nossa capacidade de prever o clima, pois a ampla cobertura de 5G vão impedir que satélites detectem mudanças no vapor da água, modo que preveem mudanças climáticas e tempestades.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Fale com a gente (11) 97658-4670

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon

Copyright © 2020 Dr. Ronaldo Gorga. Todos os Direitos Reservados