Como aumentar a imunidade e evitar o coronavírus e muitas outras doenças



Com a disseminação global do coronavírus, pesquisadores, médicos e cientistas estão focados para encontrar tratamentos e cura para essa nova doença, enquanto isso médicos e outros profissionais estão utilizando as melhores práticas de cuidados com base nos sintomas dos pacientes. Devemos lembrar que não existem tratamentos comprovados para o coronavírus, portanto como podemos melhorar nosso sistema imunológico contra o coronavírus?


No cenário atual o principal tratamento para casos mais graves tem sido cuidados de suporto e oxigenoterapia administrados por ventiladores, para facilitar a respiração. Muitas pessoas buscaram a cloroquina para o tratamento, porém já foram relatados diversos casos de envenenamento, além de que esse medicamento pode causar problemas cardíacos, porém estudos maiores devem ser feitos para garantir que a eficácia seja maior que os efeitos colaterais.


Diante desse cenário, alguns profissionais estão procurando remédios com baixa toxicidade e com alguma eficácia em diferentes cepas de influenza para ver se eles reagem ao COVID-19. No dia 3 de Abril de 2020, o FDA nos Estados Unidos aprovou o uso de anticorpos no plasma doados por sobreviventes de coronavírus para o uso nos pacientes em estado grave.


Este tratamento relativamente simples foi usado mais recentemente para tratar pacientes durante surtos de Ebola e gripe aviária. Mas também salvou inúmeras vidas durante a pandemia de gripe de 1918, quando não havia vacinas ou medicamentos antivirais.

Porém enquanto não há nenhuma solução, o melhor que podemos fazer é seguir todas as recomendações de higiene e o mesmo acontece com nosso interior, o que comemos, como gerenciamos o estresse, atividade física, tudo isso ajuda a melhorar a saúde, para nosso corpo melhorar a resposta a infecção do coronavíus


Sabemos que grande parte das pessoas que estão no grupo de risco sofrem com doenças metabólicas, incluindo doenças cardíacas, pressão alta e diabetes. Pacientes acima do peso podem ter complicações, pois quanto mais pesado, mais os músculos precisam trabalhar para respirar fundo. Outro assunto pouco falado mas importantíssimo é sobre o meio ambiente, durante o surto de SARS em 2003, pessoas infectadas que viviam em áreas de alto níveis de poluição, tinham duas vezes mais chances de morrer em relação a quem vivia em áreas menos poluídas.


Mas então como podemos melhorar nosso sistema imunológico contra o coronavírus para evitar sintomas mais graves? Aqui vão dicas para você proteger seu corpo de dentro para fora.