Entenda a importância da melatonina



Dormir é uma função essencial do corpo que está relacionada ao ritmo circadiano, também conhecido como relógio biológico. É uma espécie de temporizador biológico que ajuda seu corpo a identificar os momentos de sono e vigília durante um período de 24 horas.

Quando se tem uma rotina regular de sono, o que inclui dormir e acordar na mesma hora todos os dias, é possível manter um ritmo circadiano constante. Isso permite maximizar a produtividade enquanto se está acordado e dormir a quantidade necessária quando chega a noite.

O ritmo circadiano é controlado pela glândula pineal. Essa glândula está localizada próximo à região central do cérebro e tem o formato parecido com o de uma pinha, daí seu nome. Estima-se que ela tenha 8,5 milímetros de comprimento e seja composta por células pineais únicas e células da glia, que servem de apoio à glândula.

Apesar do tamanho pequeno, a glândula pineal desempenha um papel importante para a saúde, pois produz um hormônio chamado melatonina, que é imprescindível para o controle do relógio biológico e, portanto, dos padrões de sono.


O Que é Melatonina?


A melatonina, ou N-acetil-5-metoxitriptamina, é um hormônio produzido pela glândula pineal. O cérebro geralmente começa a secretar melatonina por volta das nove da noite, horário em que a maioria das pessoas costuma dormir. À medida que a quantidade de melatonina aumenta, seu corpo começa a reconhecer que é hora de dormir, permitindo que você pegue no sono em um momento ideal.

Para que isso aconteça corretamente, é preciso estar atento à exposição à luz durante o dia e especialmente à noite, pois a produção de melatonina depende da quantidade de luz que seu corpo absorve. Quando você continua acordado depois que anoitece, a luz emitida pelos dispositivos eletrônicos dificulta a capacidade de produção de melatonina.

O ideal é interromper o uso desses dispositivos uma hora antes de dormir a fim de aumentar a produção de melatonina e manter um ritmo circadiano estável. As pessoas que trabalham à noite são as mais prejudicadas e costumam ter problemas com o relógio biológico devido à pouca produção de melatonina.


Os 3 Principais Usos da Melatonina no Corpo

Qual é o papel da melatonina afinal? Com base nas pesquisas que já foram publicadas, descobriu-se que a melatonina desempenha três funções principais:

  • Controla o ritmo circadiano — A melatonina funciona como um auxiliar do sono, pois normaliza o ritmo circadiano, convencendo o corpo a se preparar para dormir. Trata-se de um hormônio que "sinaliza" ao corpo que ele deve se preparar para dormir, porém não faz ninguém pegar no sono.

  • Funciona como um antioxidante — estudos recentes revelam que a melatonina não só influencia o relógio biológico como também funciona como um antioxidante capaz de contribuir para a saúde. Mais especificamente, a melatonina contribui para diferentes aspectos da saúde cerebral, cardiovascular e gastrointestinal. Pode até diminuir o risco de câncer em alguns casos.

  • Melhora o sistema imunológico — A melatonina traz diversos benefícios para o sistema imunológico. Existe um estudo em que pesquisadores sugerem que a melatonina possa ajudar no tratamento de doenças bacterianas, como a tuberculose. Em outro estudo, a melatonina foi sugerida como possível tratamento contra inflamações, doenças autoimunes e diabetes tipo 1.

  • Tente dormir na escuridão total — se possível, tente remover as fontes de luz direta do seu quarto para melhorar a qualidade do sono. Mesmo a menor das exposições à luz pode interferir na produção de melatonina e manter você acordado por mais tempo do que o necessário. Mantenha os aparelhos eletrônicos a 1 metro de distância da cama e use um corta luz nas janelas.

  • Exponha-se ao sol regularmente — a exposição regular ao sol de manhã ou ao meio-dia ajuda a reduzir a produção de melatonina, de modo que, ao chegar a noite, a glândula pineal possa produzir a quantidade correta desse hormônio para induzir o sono.

Estudos Sobre o Uso dos Suplementos de Melatonina


Desde a descoberta da melatonina, foram realizados diversos estudos para descobrir como o uso desse hormônio na forma de suplemento pode trazer benefícios para a saúde. De acordo com o Journal of Pineal Research, a melatonina é secretada pela glândula pineal e entra em todas as células do corpo, podendo até atravessar barreiras morfo-fisiológicas.

Como resultado, ela não apenas consegue melhorar a qualidade do sono como também possui certos compostos anti-inflamatórios capazes de reduzir o risco de doenças cardiovasculares, como a aterosclerose e a hipertensão.

Além disso, um estudo publicado no Endocrine Journal relata que o aumento da ingestão de melatonina ajuda a melhorar a saúde como um todo, já que esse hormônio demonstra ser um poderoso antioxidante capaz de combater os radicais livres pelo corpo.

Outro estudo sugere que a melatonina é capaz de ajudar no controle de peso de indivíduos obesos. Os pesquisadores afirmam que determinados fatores no estilo de vida diminuem a produção de melatonina, resultando na interrupção do sono, o que, por sua vez, pode levar ao ganho de peso. Quando a produção de melatonina aumenta, é possível reintroduzir a quantidade adequada de sono como parte de um estilo de vida saudável, juntamente com outras mudanças positivas na rotina, para ajudar a reduzir a obesidade.




Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Fale com a gente (11) 97658-4670

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon

Copyright © 2020 Dr. Ronaldo Gorga. Todos os Direitos Reservados