Cuide mais da saúde dos seus cabelos


Fatores que afetam a saúde dos seus cabelos, pele e unhas

Cabelos, pele e unhas saudáveis dependem de três proteínas estruturais principais: Outras opções de tratamento incluem: extratos da erva Polypodium leucotomos, um suplemento de origem vegetal para peles sensíveis; a nicotinamida (também conhecida por niacinamida) para proteção contra câncer de pele; e fito ceramidas (lipídios de origem vegetal).

Os fatores que causam problemas aos cabelos, pele e unhas podem ser divididos em duas categorias:

  • Fatores intrínsecos, como o envelhecimento, afetam os níveis das três proteínas, além dos seus níveis hormonais, enquanto a inflamação e a hiperglicemia causam danos à integridade do colágeno e à sua produção.

  • Fatores extrínsecos, como a radiação ultravioleta (UV) da exposição ao sol, podem causar danos por radicais livres e aumentar a atividade enzimática que decompõem o colágeno e a elastina. A poluição atmosférica e o hábitos de fumar são exemplos de fatores “externos” que podem danificar a pele.

Existem remédios para cabelos danificados, sem brilho, e para a queda de cabelo?

Apesar de a finasterida ser considerada o “método favorito” da medicina para o tratamento da queda capilar, principalmente a calvície padrão masculina, estudos clínicos mostram que ela também é indicada para tratar do aumento da próstata, e que seus efeitos colaterais são assustadores. Um dos efeitos mais conhecidos é a supressão das funções sexuais. A seguinte nota foi publicada na página Harvard Health:

"Em abril de 2012, a FDA emitiu uma advertência sobre a finasterida. Ela alegava que os efeitos colaterais sexuais podem persistir mesmo após a interrupção do uso do medicamento. Tais efeitos incluem a redução da libido e problemas de ejaculação A advertência foi baseada em cerca de 100 relatos recebidos pela FDA sobre o medicamento ao longo de 20 anos.

Antes de tomar finasterida, os homens devem considerar os riscos de sofrerem esses sintomas sexuais e outros efeitos colaterais mais sérios. Por exemplo, alguns estudos mostram que homens que usam finasterida por muito tempo e desenvolvem câncer de próstata tendem a desenvolver a doença de forma mais rápida e agressiva.”

Apesar de a advertência dizer que a finasterida pode não ter sido a culpada, e que os efeitos colaterais sexuais são “provavelmente raros”, esses problemas ocorreram de cerca de 4% a 6% dos homens que tomaram o medicamento, e os efeitos foram reversíveis, na maior parte dos casos. Mas é seguro afirmar que nenhum dos homens que sofreram esses efeitos acharam que valeu à pena.

Outros problemas relacionados ao cabelo podem resultar da deficiência de vitaminas e minerais, como a vitamina D e o ferro, assim como o hipotireoidismo e a queda de cabelo. A alopécia androgênica é um tipo de queda capilar que, nos homens, começa pelas entradas do couro cabeludo, enquanto nas mulheres, ela acontece por meio do afinamento de todo o cabelo.

A alopecia areata causa a queda repentina de cabelo em áreas circulares ou em todo o cabelo. A alopecia por tração é causada por penteados como rabos de cavalo apertados ou trancinhas, e normalmente são reversíveis. Um estudo de 2017 sugere que “em um futuro próximo, é possível que haja tratamentos eficazes para esses problemas”.

Suplementos para a queda de cabelo

A Dra. Michelle Henry, instrutora clínica da Faculdade de Medicina Weill Cornell, diz que, para a as pessoas que querem evitar o consumo de remédios, uma combinação de suplementos específicos pode ajudar a resolver o problema. Dentre eles, estão:

•Biotina — De acordo com Henry, os estudos sobre a biotina (vitamina B7) eram limitados ao crescimento das unhas, mas já que os sistemas de crescimento das unhas e dos cabelos são similares, o suplemento de biotina ajuda em ambos os casos. Ela recomenda a ingestão de 2.500 a 5.000 microgramas por dia, por é um tipo de vitamina B “essencial para o crescimento das unhas, e provavelmente para o crescimento dos cabelos”.

Sementes de girassol, nozes, noz-pecan e abacates são boas fontes vegetais de biotina , e as fontes animais da vitamina incluem gemas de ovos de galinhas caipiras criadas de forma orgânica; leite, manteiga e queijo feitos com leite orgânico de vacas alimentadas no pasto; carnes de órgãos de vacas alimentadas no pasto, como fígado e rins; e, finalmente, salmão do Alasca.

•Colágeno — Encontrado em muitos suplementos de beleza, o colágeno pode ajudar tanto o seu cabelo quanto a sua pele, segundo Henry, enquanto os suplementos de colágeno marinho podem ser úteis para vegetarianos e veganos com queda de cabelos, pois “são uma fonte adicional de proteínas para eles, muito importantes para o crescimento capilar”.

Seu corpo não é capaz de produzir os aminoácidos essenciais que formam o colágeno, de forma que você precisa obtê-los através da sua alimentação ou por suplementos. Um estudo financiado por uma empresa de suplementos mostrou que mulheres que consomem 50 mililitros de um produto a base de colágeno diariamente por 60 dias apresentaram menos rugas e menos ressecamento de pele após 12 semanas.

•Vitamina D — Outra causa comum da queda de cabelos é a deficiência de vitamina D, que, em alguns casos, leva à alopecia. A vitamina D estimula o crescimento dos folículos capilares, de forma que a sua deficiência pode afetar o crescimento dos seus cabelos.

Você deve manter seu nível de vitamina D entre 60 e 80 ng/mL (150 a 200 nmol/L), apesar das autoridades de saúde sugerirem muitas vezes que quantidades muito menores são suficientes. Dessa forma, é importante checar seus níveis da vitamina regularmente, e a forma ideal de obtenção da vitamina D é através da exposição ao sol de forma prudente.

•Serenoa Repens — Muitas pesquisas mostram a razão de homens e mulheres procurarem esse suplemento para tratar do afinamento capilar. Derivado de uma espécie de palmeira anã, e utilizado pelos nativos norte-americanos por séculos, este suplemento inibe uma enzima chamada de 5-alfa redutase.

Essa enzima converte a testosterona no poderoso hormônio androgênico DHT. Henry diz que o suplemento de serenoa repens é indicado para pessoas com alopecia androgenética, “que é basicamente uma alopecia causada pela sensibilidade à própria testosterona”.

De acordo com a Academia Americana de Dermatologia, a “alopecia areata também pode afetar suas unhas, De forma que estas podem apresentar pequenas pontinhas. Elas também podem apresentar manchas ou linhas brancas, ficar com aspecto áspero, perderem seu brilho, ou ficarem muito finas, resultando em quebras”.

Salvando sua pele: tratamentos “minimamente invasivos” ou mudanças de hábitos alimentares e estilo de vida?

Alguns médicos recomendam tratamentos “minimamente invasivos” como o rejuvenescimento a laser, dermoabrasão, esfoliação química, tratamentos de radiofrequência, injeções de botox, derivados de vitamina A, creme de estrogênio ou outros tratamentos para alcançar os três resultados mais desejados: melhorar a elasticidade da pele e reduzir as rugas e o tamanho dos poros.

Eles também recomendam o uso de protetor solar antes de sair de casa, mas isso gera outros problemas. A FDA admite que, dos ingredientes de protetores solares utilizados nos EUA, 14 dos 16 não são seguros, e 12 deles nunca foram testados clinicamente. A oxibenzona, encontrada em muitos protetores solares, é um disruptor endócrino que reduz a fertilidade dos homens, e esse é apenas um dos vários problemas causados pela substância.

No entanto, apesar de mudanças nos hábitos alimentares e no estilo de vida parecem chatos para algumas pessoas, eles são baratos e podem melhorar muitos aspectos da sua saúde, e não só aqueles relacionados ao seu cabelo, sua pele, e suas unhas.

Uma das estratégias mais eficientes envolve uma alimentação com uma redução do consumo de alimentos processados e de açúcar, focando na ingestão de gorduras boas. Outra estratégia é manter bons hábitos de sono, que deve ser de no mínimo sete horas por noite, até nove horas, de acordo com a Fundação Nacional do Sono.

Um estudo descobriu que uma baixa qualidade de sono acelera o envelhecimento intrínseco e reduz a capacidade da pele de se recuperar de fatores estressantes externos, como a exposição excessiva aos raios UV.

Além disso, há outras substâncias naturais que são beneficiais para sua pele e seus cabelos. A planta Withania Somnifera aumenta seus níveis de estrogênio, permitindo a produção de colágeno. Também traz benefícios à pele, que apresenta um brilho juvenil devido a produção de óleos naturais. Ela também combate os radicais livres que causam rugas, manchas escuras e impurezas.

Finalizando, um pequeno estudo feito na Itália demonstrou que um derivado sintético do óleo essencial de sândalo pode ajudar na regeneração do cabelo, já que demonstrou tratar a calvície através do aumento dos níveis de hormônios de crescimento e de queratina, importantes para o crescimento capilar e para a regeneração da pele.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Fale com a gente (11) 97658-4670

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon

Copyright © 2020 Dr. Ronaldo Gorga. Todos os Direitos Reservados