CUIDADO COM CIGARROS ELETRÔNICOS



No Brasil os cigarros eletrônicos vem ganhando popularidade entre todas as faixas etárias, mas principalmente entre os jovens. Há diversos motivos que fazem as pessoas começarem a fumar este tipo de cigarro, desde o gosto, a ideia que são mais saudáveis que cigarros convencionais e até para conseguir parar de fumar.


Porém se você quer parar de fumar, continuar fumando porém outro tipo de cigarro não é a solução. Para manter a saúde em dia, é essencial parar de fumar. Quando os prejuízos do cigarro aparecem, as pessoas já foram expostas as toxinas presentes neles por muito tempo, o estrago já foi feito e não há como prevenir e sim tratar o problema.


Provavelmente você sabe que cigarro está associado a câncer, doenças cardíacas e derrames, mas não para por aí, ele influencia seus ossos, cérebro, dentes, olhos e até sua fertilidade. O cigarro pode causar um "apodrecimento" lento e acumulativo no seu corpo, alguns desses:


  • Fumar causa danos progressivos no sistema músculo-esquelético e à densidade mineral óssea;

  • Fumar leva uma cicatrização mais lenta após lesão;

  • Leva a um aumento de 79% na dor crônica nas costas;

  • Fumantes tem 59% mais chances de desenvolver a doença de Alzheimer;

  • Aumenta o risco de perda de dente e cárie dentária;

Muita gente está largando o cigarro convencional e começando a fumar cigarros eletrônicos, acreditando ser uma alternativa saudável e segura. Porém os cigarros eletrônicos foi projetado para aumentar a liberação de nicotina e conter agentes quimiossensoriais (incluindo sabores como chocolate e melancia) que podem aumentar o desejo e vício.


Esses cigarros eletrônicos contém produtos químicos tóxicos, incluindo formaldeído e acetaldeído no vapor produzido por vários tipos de cigarros eletrônicos. Em pelo menos uma marca foi detectado 10 vezes mais agentes cancerígenos do que em cigarro comum. Além de emitir níveis mais altos de metais como níquel, zinco e prata.


Os novos cigarros eletrônicos estão ainda mais perigosos, pois foi desenvolvido uma tecnologia que permite o usuário aumentar a voltagem de um cigarro, mas altas temperaturas podem desencadear uma decomposição térmica dos solventes, produzindo carbonilos (causadores de câncer). Fora que as pessoas acabam exalando menos óxido nítrico após fumar, o que pode causar inflamação no pulmão.


Se você ainda acha que o cigarro eletrônico é mais saudável, saiba que o líquido do cartucho para cigarros eletrônicos contém nicotina liquida altamente concentrada, principalmente em níveis entre 1,8% e 2,4%, essas concentrações podem causar doenças, porém podemos encontrar concentrações altar como 10% ou 7,2%, o que poderia causar morte por envenenamento.


Portanto não acredite que cigarros eletrônicos são a saída para fumar e continuar com saúde, busque maneiras saudáveis para deixar de fumar.



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Fale com a gente (11) 97658-4670

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon

Copyright © 2020 Dr. Ronaldo Gorga. Todos os Direitos Reservados