REDUZIR CARBOIDRATOS É A SOLUÇÃO PARA O EMAGRECIMENTO?



Hoje em dia muito se fala sobre dietas low carb, que devemos cortar o carboidrato por completo, porém você sabe o motivo para esse alarme todo com os carboidratos?


Sabemos que mesmo uma singela redução no consumo de carboidratos pode promover a perda de peso, principalmente a abdominal, o que ajudaria a reduzir o risco de desenvolver diabetes tipo 2, AVC e doença arterial coronariana.


Hoje em dia as pessoas ainda estão confusas sobre quais os tipo de alimentos que devem comer para perder peso e também o que são carboidratos, isso não é culpa de ninguém, nas ultimas décadas houve um dogma nutricional que incentivava uma dieta com pouca ou nenhuma gordura, induzindo que precisavam cortar a gordura para emagrecer.


Quando a população começou a cortar as todos os tipos de gorduras da dieta (logo a proteína que é abundante em alimentos gordurosos), ela começou a substituir por carboidratos e não do tipo bom que são os vegetais.


O resultado disso foi uma dependência de carboidratos não saudáveis como pães, macarrão, salgadinhos, arroz, batatas, entre outros. A obesidade continuou crescendo mesmo com o corte de gordura, você não acha que tem algo errado?


Hoje as pessoas começaram a dar mais atenção na ingestão de carboidratos, isso pode ser uma ajuda para a perda de peso. A universidade do Alabama fez um estudo com 69 pessoas obesas que recebiam uma dieta com uma modesta redução de carboidratos por 8 semanas, elas tinham 11% menos gordura abdominal que as pessoas que recebiam dieta pobre em gordura.


Um ponto importante é que a dieta com redução de carboidratos promoveu uma perda de gordura abdominal conhecida como gordura visceral, mesmo quando nenhuma mudança de peso era aparente. Essa gordura visceral está fortemente ligada a diabetes tipo 2, doenças cardíacas, derrame e outras doenças crônicas. Acredita-se que ela está relacionada à liberação de hormônios que podem causar inflamação, que por sua vez podem danificar as artérias e penetrar no fígado, afetando a forma como nosso organismo quebra os açúcares e gorduras.


Portanto mesmo que aparentemente você não esteja perdendo peso, diminuir o carboidrato pode ter um impacto positivo nos seus níveis de gordura visceral e assim reduzir o risco