POR QUE COMIDAS SÃO TÃO VICIANTES?



A luta contra o ganho de peso e obesidade é um problema de saúde comum no Brasil e mundo, que leva a um aumento do risco de uma gama de doenças, incluindo doenças cardíacas, diabetes, câncer, entre outros.


Enquanto a indústria de alimentos se tornou notória por financiar programas anti-obesidade que se baseiam em atividade física, como pratica de esportes, pesquisas mostram claramente que alimentos processados, bebidas açucaradas e dietas ricas em carboidratos devem ser a preocupação principal. Com certeza o sedentarismo também influência para a obesidade, mas não é o único.


Óleos vegetais processados, como óleo de canola, milho, girassol, são ricos em ômega-6, que podem aumentar o risco de obesidade, colesterol alto, doenças cardiovasculares, doenças neurológicas e muito mais.


Sabemos que os alimentos processados, junk foods mais conhecidos, destroem nosso metabolismo, eles afetam o controle do nosso apetite. O corpo humano é projetado para regular naturalmente o quanto come e a energia que queima. Porém os fabricantes descobriram como substituir esses reguladores, projetando alimentos que estimulam a resposta de recompensa do cérebro tão forte que se torna fácil comer demais.


Eles criam uma saciedade sensorial específica ou seja, grandes sabores distintos,sobrecarregam o cérebro, anulando os sinais de saciedade. A batata frita está entre as comidas mais viciantes do mercado, pois contém 3 ingredientes que criam sensação e prazer pelo cérebro: açúcar, sal e gordura.


Pesquisadores especulam que os receptores doces, que evoluíram nos tempos ancestrais em que a dieta era muito pobre em açúcar, não se adaptaram ao alto consumo de açúcar dos tempos modernos. Como resultado, a estimulação anormalmente alta criada por dietas ricas em açúcar gera sinais excessivos de recompensa no cérebro, que têm o potencial de substituir os mecanismos normais de autocontrole e, portanto, levar a dependência e excessos.


Um hambúrguer de fast-food, com batata frita e refrigerante, poderá fazer com que você consuma com facilidade quase metade das suas necessidades calóricas diárias. No entanto essa refeição não garantiu vitaminas, nem minerais, gorduras boas ou outros nutrientes que o corpo precisa para funcionar adequadamente.


Recentemente em um estudo sueco 16,17, que constatou que quanto mais adição de açúcar contém sua dieta, menor a ingestão de micronutrientes (ou seja, vitaminas e minerais). Quando as refeições de fast food são consumidas dia após dia, durante meses e anos, o ganho de peso é praticamente garantido, mas seu corpo ainda pode estar morrendo de fome e funcionando mal por falta de nutrientes essenciais.


Além de problemas nutricionais, doenças e obesidade, esses tipos de alimentos tem sido associados a depressão,principalmente em adolescente. Isso pode ser possível, pois alimentos ricos em sódio e potássio influenciam negativamente neurotransmissores e a função neural. Além de prejudicar a microbiota intestinal, que influencia a função cerebral também


Qualquer alimentos que não seja diretamente da terra é considerado processado, dependendo da quantidade de alteração ele pode ser pouco processado ou ultra-processado. Por exemplo, frutas congeladas são minimamente processadas, já refrigerantes, refeições de microondas são ultra-processados.


Uma dieta ideal deve conter apenas 10% de alimentos processados e 90% de alimentos reais. Portanto concentre-se em consumir alimentos frescos, restrinja seu consumo de carboidratos, açúcares e frutose, aumente o consumo de gorduras boas, substitua refrigerantes por água ou chás, essas dicas simples podem ajudar você melhorar naturalmente sua saúde.




Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Fale com a gente (11) 97658-4670

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon

Copyright © 2020 Dr. Ronaldo Gorga. Todos os Direitos Reservados