Alimentos picantes ajudam no emagrecimento



Para quem gosta de comida apimentada, tenho boas notícias, além da adição de sabor o produto químico apimentado presente nas pimentas, a capsaicina, pode melhorar nossa saúde.


A pimenta é uma das principais fontes de capsaicina e o calor e ardência que sentimos ao comer as sementes, são projetadas para criar uma repulsa e assim proteger a capacidade das plantas de espalhar sementes e sobreviver. Porém humanos sãos os únicos animais que comem de bom grado, pois nosso corpo aprender a tolerar essa ardência.


Isso é uma coisa boa, não só porque conseguimos adicionar mais sabor as nossas refeições, a capsaicina presente em alimentos picantes pode trazer diversos benefícios para nossa saúde, como por exemplo:


  • Reduza o risco de tumores

Foi demonstrado que a capsaicina ativa os receptores celulares no revestimento intestinal, criando uma reação que reduz o risco de tumores. A capsaicina tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias e até mostrou alguma promessa para o tratamento do câncer. Pesquisas mostraram, por exemplo, que a capsaicina suprime o crescimento de células cancerígenas da próstata humana, deixando as células normais ilesas.

Em um estudo, cerca de 80% das células cancerígenas da próstata nos ratos foram mortas pela capsaicina, enquanto os tumores tratados diminuíram para cerca de um quinto do tamanho dos tumores não tratados. A capsaicina também demonstrou ser eficaz contra as células de câncer de mama, pâncreas e bexiga, embora seja necessário ingerir quantidades irrealisticamente grandes de capsaicina para obter esses benefícios (como oito pimentas habanero por semana).


  • Melhora sua vida sexual

Nesse caso, não é o tempero dos chili peppers, mas sim o do ginseng e açafrão que mostraram benefícios. Em uma revisão de afrodisíacos, tanto o ginseng quanto o açafrão foram encontrados para aumentar o desempenho sexual.


  • Ajuda no emagrecimento

Alimentos apimentados aumentam a saciedade, ajudando você a se sentir cheio enquanto come menos, e as pimentas podem até ajudar seu corpo a queimar mais calorias. A capsaicina foi realmente usada para destruir seletivamente fibras nervosas que transmitem informações do intestino para o cérebro. Estudos têm demonstrado que a substância pode ajudar a combater a obesidade, diminuindo a ingestão de calorias, diminuindo o tecido adiposo e diminuindo os níveis de gordura no sangue, além de combater o acúmulo de gordura, provocando alterações benéficas da proteína em seu corpo. Parte do benefício pode ser devido ao potencial de calor da capsaicina, pois é uma substância termogênica que pode aumentar temporariamente a termogênese em seu corpo, onde seu corpo queima combustível como gordura para criar calor, com impactos benéficos em seu metabolismo e potencial de queima de gordura. consumir ingredientes termogênicos pode aumentar seu metabolismo em até 5% e aumentar a queima de gordura em até 16%.


Embora a capsaicina presente nas pimentas tenha recebido muita atenção, não é o único tipo de comida picante benéfico, existem outras especiarias que podem melhorar nossa saúde, como:

  • Giseng: O ginseng é valorizado por sua capacidade de aumentar os níveis de energia e acelerar o metabolismo. O Panax ginseng, em particular, tem sido associado aos benefícios da perda de peso, com um estudo mostrando ratos obesos e diabéticos que receberam extratos de panamá não apenas tiveram melhoras na sensibilidade à insulina, como também perderam uma quantidade significativa de peso após 12 dias.

  • Canela: Esse tempero pode ajudar a aumentar seu metabolismo e também possui benefícios impressionantes para a regulação do açúcar no sangue, tornando-o um tempero ideal para pessoas com diabetes ou pré-diabetes. Verificou-se que a canela reduz significativamente os níveis de açúcar no sangue, triglicerídeos, colesterol LDL (ruim) e os níveis totais de colesterol em pessoas com diabetes tipo 2, além de aumentar o metabolismo da glicose em cerca de 20 vezes, o que melhoraria significativamente sua capacidade de regular o sangue açúcar.

  • Pimenta preta: A pimenta preta contém uma substância chamada piperina, que não apenas lhe confere um sabor picante, mas também bloqueia a formação de novas células adiposas. Quando combinada com capsaicina e outras substâncias, também se descobriu que a pimenta preta queima tantas calorias quanto consumir Por um lado, a pimenta preta também aumenta a biodisponibilidade de quase todos os outros alimentos - ervas e outros compostos - tornando-a uma opção saudável para praticamente qualquer refeição.

  • Mostarda: Foi demonstrado que as sementes de mostarda aumentam a taxa metabólica em 25%, o que significa que você queimará calorias com mais eficiência. De fato, apenas 3/5 colher de chá de sementes de mostarda diariamente pode ajudar a queimar 45 calorias extras por hora.

  • Gengibre: tem propriedades anti-inflamatórias e é conhecido por ajudar a acalmar e relaxar o trato intestinal. Pesquisas também sugerem que o gengibre pode ter propriedades termogênicas que ajudam a aumentar seu metabolismo, além de ter um efeito inibidor de apetite quando consumido, sugerindo um "papel potencial do gengibre no controle do peso"

Alimentos apimentados podem ser muito benefícios, mas é interessante limitar o seu consumo no período noturno, pois em muitas pessoas podem causar indigestão, o que torna quase impossível ter uma boa noite de sono.



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Fale com a gente (11) 97658-4670

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon

Copyright © 2020 Dr. Ronaldo Gorga. Todos os Direitos Reservados