A Música Faz Você se exercitar Mais?


Em um estudo, pesquisadores pediram a 12 estudantes universitários para andar de bicicleta enquanto ouviam música. Eles receberam uma seleção de seis músicas com uma variedade de ritmos.

Durante uma sessão, as seis músicas foram tocadas em seus ritmos normais. Em outras sessões, o tempo sofreu um atraso de 10% ou aumentou 10%. A atividade deles mudou significativamente em resposta.

Quando o ritmo diminuía, a pedalada diminuía, o ritmo cardíaco caía e a velocidade diminuía. Quando o tempo foi aumentado, eles produziram mais potência a cada pedalada e aumentaram sua média de pedaladas, e seus batimentos cardíacos aumentaram.

O New York Times reportou que:

“A interação entre exercício e música é fascinante e não totalmente compreendida, talvez em parte porque, como ciência, ela insere-se em múltiplas disciplinas, da fisiologia à biomecânica e à neurologia.

Ninguém duvida que as pessoas reajam à música durante o exercício… Mas como a música impacta o corpo durante o exercício, no entanto, está apenas sendo lentamente compreendido pelos cientistas.”

Comentários do Dr. Mercola:

O poder e a influência da música estão sendo estudados em várias frentes, e seu impacto no desempenho humano é nada menos que surpreendente. De ajudar você a melhorar suas habilidades matemáticas a fazer suas pernas moverem-se rapidamente e retreinando seu coração a bater normalmente, a música não deve ser subestimada.

O exercício realmente é uma das escolhas de estilo de vida mais importantes que você pode fazer para melhorar sua saúde. Eu tenho me exercitado por 43 anos e pelos primeiros 20 mais ou menos eu exercitei-me sem ouvir música. Pelos próximos 20 anos, eu ouvi palestras que realmente ajudaram-me a aprender sobre medicina natural e muitos princípios de desenvolvimento pessoal.

Mas, mais recentemente, especialmente desde que eu passei a usar o programa de exercícios de alta intensidade Sprint 8, eu considero que a música é uma motivação incriv