A astaxantina pode desacelerar o envelhecimento cerebral


Um antioxidante desacelera o envelhecimento cerebral

Escrevendo no periódico Marine Drugs, pesquisadores admitem o desafio que é conservar a função cerebral e o bem-estar à medida que a aumenta a expectativa de vida dos seres humanos. Estudos recentes em modelos experimentais analisaram a ação neuroprotetora que a astaxantina tem em preservar o envelhecimento do cérebro.

Durante uma revisão da literatura médica, cientistas detectaram diversas vias que a astaxantina é capaz de tomar para desacelerar o envelhecimento cerebral. Eles analisaram os resultados de ensaios clínicos que tinham doença e deficiência como desfecho.

Eles descobriram diversos estudos nos quais a astaxantina havia modulado mecanismos biológicos como fatores de transcrição e genes associados à longevidade. Um dos fatores mais relevantes que a astaxantina modula é o gene forkhead box 03 (FOXO3), que é um dos dois únicos genes que causam impacto considerável na longevidade do ser humano.