CBD: Benefícios medicinais da maconha



No final de 2019 a Anvisa aprovou a liberação da venda em farmácias de produtos à base de cannabis para o uso medicinal no Brasil, mesmo sendo uma regulamentação temporária (válida por 3 anos), isso pode trazer esperanças para diversas doenças a serem tratadas com CBD, mas o que é isso?


O CBD é um dos 104 compostos classificados como canabinóides nas plantas de cannabis, ele está contido tanto na cannabis sativa (cânhamo) quanto na cannabis indica, mas a sativa tem um conteúdo baixo de CBD.


Não é uma surpresa que CBD tenha tantos benefícios, pois na verdade existe um sistema endocanabinóide no corpo humano e em outros mamíferos. Faz parte da nossa fisiologia, os receptores canabinóides que reconhecem e interagem com o CBD, são encontrados no cérebro humano, pulmão, fígado, rins e sistema imunológico.


Hoje existem inúmeros usos médicos atribuídos ao CBD e a lista continua crescendo. Aqui vou listar alguns usos que foram provados cientificamente:


  • Asma alérgica: O tratamento com CBD diminuiu os processos inflamatórios e de remodelação no modelo de asma alérgica.

  • Ansiedade e sono: O canabidiol pode trazer benefícios para transtornos relacionados à ansiedade.

  • Autismo: o CBD alivia sintomas associados ao autismo.

  • Pressão arterial: A administração aguda de CBD reduz a pressão arterial em repouso.

  • Dor relacionada a câncer, náusea e falta de apetite: O CBD tem sido amplamente reconhecido por Institutos de Câncer como um tratamento eficaz para aliviar sintomas associados ao câncer, incluindo dor, perda de apetite, náusea e vomito, o que torna o tratamento um pouco mais ameno.

  • Epilepsia: Ajuda na redução da carga convulsiva e das comorbidades associadas bem após o inicio das crises sintomáticas.

  • Inflamação: Ele exerce imunossupressão prolongada, aliviando inflamação aguda e crônica.

  • Esclerose múltipla

  • Doenças neurodegenerativas: O CBD tem atividade antioxidante, sugerindo um possível papel na prevenção de doenças neurodegenerativas.

  • Função ovariana / sistema reprodutor feminino;

  • Dor, enxaqueca

  • Doença de Parkinson e Alzheimer.


Apesar de muitos benefícios, houve muita dificuldade para a liberação e aceitação do CBD, mesmo não sendo psicoativa , as pessoas acabam tendo preconceito ligando a maconha que tem uma imagem ruim, são duas coisas diferentes, o CBD pode ser consumido em forma de spray ou em óleo. Já a maconha que é fumada, contém THC e CBD, o THC é um princípio psicoativo,porém os efeitos benéficos do CBD não compensam os maléficos do THC quando a maconha é fumada

Fora isso tratamentos com CBD podem representar uma ameaça significativa à venda de remédios para tratamentos convencionais.


Não para por aí a planta de cannabis também apresenta ameaças econômicas à madeira, energia, alimentos e outras indústrias; seus produtos de fibra podem ser usados ​​para fabricar papel, biocombustível, materiais de construção, produtos alimentícios e petróleo, roupas, sapatos e até jóias.



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Fale com a gente (11) 97658-4670

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon

Copyright © 2020 Dr. Ronaldo Gorga. Todos os Direitos Reservados