3 PASSOS PARA MELHORAR SUA SAÚDE


A boa alimentação, os exercícios físicos e o sono são o tripé de uma vida saudável. Os três hábitos são vitais e devem se manter em equilíbrio, sem sacrificar um pelo outro. Comer mal e não se exercitar pode resultar em um sono sem qualidade, afetando todo o resto da sua vida. Exercitar o corpo proporciona um sono mais profundo e, consequentemente, mais renovador.

Durante os exercícios físicos, é liberada a endorfina, um neurotransmissor que atua como analgésico e que resulta na sensação de bem estar, que dá disposição e ajuda a aproveitar melhor o dia.

Por isso, também, que os sedentários levam mais tempo para dormir: são em média dez minutos a mais dos que se exercitam regularmente. O sedentarismo é uma das causas agravantes de vários problemas de saúde que vem se tornando cada vez mais comum como obesidade, pressão alta, diabetes e problemas cardiorrespiratórios. Além disso, quem pratica atividade física com regularidade, dorme bem e tem uma melhor qualidade de vida. É sempre recomendado que você procure um profissional antes de começar a praticar exercícios antes de começar a praticar atividades físicas e, assim, ter menos riscos de lesões.

Porém, a prática de exercícios pode ter efeito contrário, caso não seja cuidado o horário que se costuma realizar o exercício. Segundo especialistas, a quantidade de endorfina que o corpo libera é maior pela manhã e ao longo do dia e, por isso, a disposição é maior. À noite, essa quantidade é menor, fazendo com que esse horário não seja o mais adequado. Mas, caso a noite seja o único momento que a pessoa tem para se exercitar, é preciso escolher atividades de menor intensidade. Atividades de muita intensidade aumentam a adrenalina no organismo, o que pode atrapalhar o sono. Um estudo do Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa do Hospital Albert Einstein mostra que o ideal é realizar o exercício físico no mínimo quatro horas antes de dormir.

Quem já sofre algum distúrbio do sono, a recomendação é que se procure um especialista antes de começar a se exercitar. Dormir mal pode trazer vários problemas que impedem uma vida com qualidade, como cansaço durante o dia, sonolência e até falta de memória.

QUAIS OS EXERCÍCIOS SÃO MELHORES NESSA SITUAÇÃO?


Na hora de escolher uma atividade física que pode ajudar na hora do sono as que se destacam são as que trabalham o alongamento e a exibilidade muscular, como ioga e tai chi chuan. Esse tipo de exercício, com movimentos suaves, além de tranquilizar, diminui a tensão muscular, a dor e a fadiga. Já os exercícios aeróbicos como a corrida, o ciclismo e a natação, por exemplo, garantem o condicionamento do sistema cardiorrespiratório e, com isso, podem diminuir as chances de apneia – uma parada repetida e temporária da respiração durante o sono. O problema é normalmente associado ao ronco.

O exercício físico, nesses casos, também ajudará a controlar o peso, uma vez que geralmente quem sofre de apneia tem obesidade. As pessoas que tem o sono cortado também podem fazer dos exercícios um aliado do sono. Isso porque as atividades físicas ajudam a aumentar a quantidade de sono profundo e diminuem o