• Ronaldo Gorga

Sementes de gergelim: um alimento milenar com usos terapêuticos


O que são sementes de gergelim?

As sementes de gergelim são uma das plantas mais antigas cultivadas, com uma história que está presente há milhares de anos. Os hindus viam as sementes de gergelim como um símbolo de imortalidade, enquanto os egípcios e persas as usavam como farinha. Hoje, elas são usadas ​​para cozinhar ou como condimento, a China, a Índia e o Japão são os países que mais utilizam o óleo de gergelim.

Sementes de gergelim podem trazer benefícios para a saúde

As sementes de gergelim são colhidas para a fabricação de óleo, mas tanto as sementes quanto o óleo podem ser úteis em várias aplicações terapêuticas. Uma pesquisa descobriu que o gergelim pode ajudar a:

  • Gerenciar melhor a dor — Uma pesquisa mostrou que os pacientes afetados com osteoartrite do joelho que ingeriram sementes de gergelim por dois meses apresentaram menos sintomas.

  • Agilizar a recuperação de feridas — O óleo das sementes de gergelim pode ajudar a acelerar a cicatrização da pele após a aplicação tópica.

  • Aumentar os níveis de antioxidantes — A ingestão de sementes de gergelim pode ajudar a aumentar a quantidade de antioxidantes enzimáticos e não enzimáticos que circulam em seu sistema, o que pode ajudar a combater o estresse oxidativo causado por doenças como diabetes tipo 2, segundo o Journal of Medicinal Food.

  • Gerenciar a hipertensão — Pesquisa publicada no Nutrition Journal observou que gergelim preto (uma variedade de semente de gergelim) apresenotu efeitos anti-hipertensivos.

As sementes de gergelim também são essenciais para as indústrias. São usadas para preparar colônias de perfumes, e produtos cosméticos. Além disso é adicionado a tintas e lubrificantes, e é um ingrediente chave para o biodiesel.

Os vários usos culinários das sementes de gergelim

As sementes de gergelim estão associadas à culinária asiática, como a japonesa e a chinesa. Os alimentos e pratos populares que utilizam essas sementes ​​são:

  • Frango — Sementes de gergelim podem servir como coberturas saborosas para preparação de frango se você estiver procurando criar refeições com um toque asiático.

  • Tahine — Uma pasta de semente de gergelim, este prato é o ingrediente principal na preparação de homus, mas também pode servir como molho ou como condimento para outros pratos.

  • Gomásio — Feito de sementes de gergelim e uma pequena quantidade de sal, é de forma geral usado como condimento para dar aos pratos um sabor de noz.

  • Saladas — Você pode salpicar sementes de gergelim em cima das saladas para adicionar mais sabor.

Mesmo sendo populares na culinária, note que que as sementes de gergelim contêm altos níveis de ácidos graxos ômega 6, que podem alterar a proporção de ômega 3 para 6. Um quarto de xícara tem 7,69 gramas, enquanto seu conteúdo de ômega 3 é de apenas 0,14 gramas. Se desejar usar sementes de gergelim, use em quantidades moderadas.

Como cultivar e armazenar sementes de gergelim em casa

O cultivo de sementes de gergelim é de forma geral um assunto fácil e de baixa manutenção, mas requer paciência de sua parte antes de colher todos os frutos. Um artigo doInstitute of Food and Agricultural Sciences (IFAS) da Universidade da Flórida afirma que as sementes de gergelim podem levar até cinco meses para germinar.

A Gardening Know How recomenda o plantio de sementes de gergelim dentro de casa “quatro a seis semanas antes da última geada esperada”. No entanto, você pode plantar sementes de gergelim de forma direta no solo após uma geada, se você mora no Sul dos Estados Unidos. Coloque as sementes em fileiras no solo durante o final da primavera e se certifique de espaçá-las de 60 a 90 centímetros uma da outra, porque podem crescer de 90 centímetros e 1,80m de altura.

Depois de plantar as sementes, mantenha o solo úmido para garantir uma germinação. A exposição ao sol também deve ser máxima. Colha as sementes quando o topo dos caules secar e coloque elas no chão para secar. No entanto, tenha cuidado ao coletar as vagens, porque elas podem rachar com facilidade.

Antes de usar sementes de gergelim, primeiro reduza seu consumo de lectina

Embora as sementes de gergelim possam beneficiar sua saúde, uma advertência sobre elas é seu conteúdo de lectina, como o ácido fítico. Lectinas são proteínas que ligam carboidratos e dificultam a absorção de nutrientes, em última análise, afetando sua saúde ao danificar seus intestinos se suas enzimas digestivas não forem otimizadas.

Para ajudar a reduzir as lectinas nas sementes de gergelim e outras sementes para consumo seguro, elas devem ser germinadas ou molhadas durante a noite. Mais uma vez, lembre-se de ter moderação devido a seu alto conteúdo de ômega 6. O consumo excessivo de ácidos graxos ômega 6 tem sido associado a "inflamação de baixo grau, estresse oxidativo, disfunção endotelial e aterosclerose".

Usos recomendados do óleo de gergelim

O óleo de gergelim é um líquido derivado de sementes de gergelim pretas ou brancas através de prensagem a frio e filtragem. Embora o óleo possa ser benéfico, ele deve ser consumido com moderação porque é rico em gorduras ômega 6.

Portanto, isso pode levar a seguinte pergunta: se você deve limitar o óleo de gergelim em seus alimentos, há alguma outra maneira de obter seus benefícios? A resposta é sim, a pesquisa sugere que o óleo de gergelim pode ser útil em aplicações tópicas, como:

  • Protetor solar — O óleo de gergelim pode ser aplicado na pele como um protetor solar natural. Uma pesquisa observa que ele pode ajudar a repelir 30% dos raios ultravioleta prejudiciais. No entanto, ele é de fácil remoção quando você entra na água, portanto, pode ser necessário reaplicar depois.

  • Condicionador — Massagear o couro cabeludo com óleo pode ajudar a mantê-lo saudável, assim como manter seu cabelo forte e brilhante. Uma pesquisa descobriu que o óleo de gergelim, assim como o óleo de semente de abóbora, podem ser remédios eficazes para a alopecia areata.

Lembre-se de usar sementes e óleo de gergelim com moderação

As sementes de gergelim podem oferecer benefícios potenciais à saúde, mas certifique-se de consumir apenas as quantidades certas para manter a proporção de ômega 3 para ômega 6. Use com moderação ao cozinhar para dar aos seus pratos um sabor asiático sem os potenciais efeitos negativos. Quanto ao óleo de gergelim, usar de forma habitual pode ser uma opção melhor.