• Ronaldo Gorga

Queimar gordura como combustível aumenta a longevidade e melhora a qualidade de vida


Como melhorar a função mitocondrial através da dieta

Para melhorar a função mitocondrial através da alimentação, a solução é comer de tal forma que seu corpo seja capaz de queimar gordura como seu principal combustível em vez de açúcares. As dietas cetogênicas são muito eficazes para essa melhora, assim como o jejum intermitente e jejuns hídricos mais longos para quem está acima do peso.

Uma característica importante, porém não muito discutida, da cetose nutricional que explico em "Gordura para combustível" é o ciclo do banquete e da fome. A razão para isso tem a ver com o fato de que a cetose nutricional contínua e pode ser prejudicial a longo prazo.

O uso constante de uma dieta cetogênica por um longo prazo pode causar um aumento no açúcar no sangue ao reduzir demais o seu nível de insulina. Essa situação contraditória pode surgir devido à função primária da insulina que não é conduzir o açúcar para a célula, e sim suspender a produção de glicose pelo fígado (gliconeogênese hepática).

Caso o açúcar esteja alto devido à insulina crônica estar relativamente baixa, comer uma fruta ou outro alimento que contenha açúcar vai diminuir ao invés de aumentar sua quantidade no sangue.

Tudo isso pode ser prevenido entrando e saindo da cetose nutricional, você só precisa passar por um jejum de um dia por semana e um ou dois dias por semana de banquete, onde você ingere o dobro ou o quádruplo da quantidade líquida de carboidratos.

Seu corpo foi projetado para ter flexibilidade metabólica para usar glicose e gordura como combustível. O problema é que a maioria das pessoas não consegue queimar gordura. Essa inflexibilidade metabólica é o resultado direto de uma dieta rica em carboidratos feita por um longo período.

Como resultado, eles lutam com problemas de peso e de saúde. Mesmo se não estiverem acima do peso, podem ser "falsos magros", com muito excesso de gordura visceral perigosa. O ciclo do banquete e da fome ajuda a restabelecer a flexibilidade metabólica para queimar gordura. Outro fator dietético importante é evitar comer tarde da noite.

Alimentar seu corpo no momento em que ele precisa do mínimo de energia resultará apenas em danos celulares causados pelo excesso de produção de radicais livres. Por isso, sempre sugiro limitar sua alimentação ao café da manhã e almoço — uma estratégia de "pico de jejum" que lhe permite jejuar por 16 horas ou mais por dia.

Ter a flexibilidade metabólica para queimar gordura para obter combustível é a solução para uma boa saúde

Quando seu corpo é capaz de queimar gordura como combustível, seu fígado cria gorduras solúveis em água chamadas cetonas, que se queimam com muito mais eficiência do que os carboidratos, criando assim espécies de oxigênio muito menos reativas e radicais livres secundários que podem danificar suas membranas celulares e mitocondriais, proteínas e DNA.

É por isso que a queima eficiente de gorduras é tão importante para a saúde ideal. As cetonas também imitam as propriedades de prolongamento da vida útil da restrição calórica (jejum), o que inclui melhor metabolismo da glicose e redução da inflamação. Conforme observado em um estudo recente sobre este tópico:

"A extensão da vida por restrição calórica foi estudada em espécies de leveduras e Caenorhabditis elegans a primatas... Aqui, propomos que a expansão de vida produzida pela restrição calórica pode ser duplicada pelas mudanças metabólicas induzidas pela cetose...

Extensão da expectativa de vida causa a diminuição da sinalização através da via de sinalização do receptor do fator de crescimento semelhante à insulina/insulina (IIS) ... Um método que funciona para combater os danos dos radicais livres ocorre através do metabolismo dos corpos cetônicos...

Um éster cetônico dietético também diminui a glicose e a insulina circulantes, levando à diminuição do IIS... A cetose resulta na transcrição das enzimas das vias antioxidantes.

Além disso, o metabolismo dos corpos cetônicos resulta em um potencial redox mais negativo do sistema antioxidante NADP, sendo um destruidor terminal dos radicais livres de oxigênio."

O jejum pode ajudar a curar seu pâncreas

Outra pesquisa recente mostra que o jejum pode ter uma influência semelhante, na verdade, provocando a regeneração do pâncreas em diabéticos do tipo 1 e tipo 2. Conforme relatado pela BBC:

"Nos experimentos, os camundongos foram colocados em uma forma modificada da" dieta que imita o jejum". É como a forma humana da dieta quando as pessoas passam cinco dias em uma dieta de baixa caloria, proteína e carboidratos, porém rica com gorduras insaturadas… com cerca de 800 a 1.100 calorias por dia.

Então, eles passam 25 dias comendo o que desejam — de certo modo, isso imita períodos de banquete e fome. Experimentos realizados em animais mostraram que a dieta regenerou um tipo especial de célula do pâncreas chamada célula beta. Estas são células que localizam açúcar no sangue e liberam insulina caso os níveis fiquem muito altos.

‘Nossa conclusão é que ao forçar os ratos a estados extremos e depois fazê-los voltar — deixando-os com fome e depois alimentando-os de novo — as células do pâncreas acionam um tipo de reprogramação do desenvolvimento que reconstrói as partes do órgão que não estavam mais funcionando...’"

Jejum intermitente para saúde geral e longevidade

A equipe de Longo também analisou os efeitos na saúde de uma dieta que imita o jejum (FMD) em humanos. Cem participantes fizeram três ciclos de FMD, que envolve semi-jejum de cinco dias a cada mês. A dieta FMD não contém tantas calorias, açúcares e proteínas, porém é rica em gorduras insaturadas saudáveis. Após três meses, os participantes tinham:

  • Perdido em média 3,4 kg, reduzindo a gordura visceral e a circunferência da cintura

  • Níveis mais baixos de fator de crescimento semelhante à insulina 1 (IGF-1), um hormônio ligado ao câncer e envelhecimento

  • Níveis mais baixos de marcadores inflamatórios

  • Diminuir a pressão sanguínea

O médico do esporte e orientador do ‘fitness’, Dr. Gabe Mirkin, também escreveu há pouco tempo um artigo no Epoch Times retratando diferentes regimes de jejum intermitente e como o jejum intermitente ajudou a saúde dele e de sua esposa. Para começar, sua esposa, Diana, perdeu cerca de 7 kg em seis semanas, e Gabe perdeu por volta de 14 kg ao longo de alguns meses.

Falando de modo histórico, a ingestão líquida de carboidratos (carboidratos totais menos fibras) sempre foi muito baixa. Da mesma forma, as doenças que conhecemos agora estão ligadas à resistência à insulina — sendo causada sobretudo pelo consumo excessivo de carboidratos refinados — têm sido bastante raras.

Mudar de uma dieta rica em carboidratos para uma rica em gordura saudável com proteína moderada e pobre em carboidratos líquidos ajuda a reequilibrar a química do seu corpo. Um efeito colateral natural disso é a perda de peso e o controle aprimorado do mesmo quando você atinge o peso ideal. Uma explicação para isso é que você, na verdade, não engorda por comer demais e se exercitar de menos. E você também não engorda comendo gordura saudável. A obesidade é de maneira usual, o resultado de uma dieta rica em carboidratos, que com o tempo leva à incapacidade de queimar gordura como combustível.

Como implementar uma dieta cetogênica cíclica

Para implementar uma dieta cetogênica (uma dieta rica em gorduras saudáveis, adequada em proteínas e pobre em carboidratos líquidos), o primeiro passo é eliminar os alimentos processados ​​embalados. Priorize os alimentos de verdade, repletos de gorduras saudáveis, e o mínimo possível de carboidratos líquidos.

Isso costuma envolver a redução drástica ou eliminação temporária de todos os cereais e qualquer alimento com alto teor de açúcar, em especial a frutose, mas também a galactose (encontrada no leite) e outros açúcares — quer adicionados ou presentes de forma natural nos alimentos.

Como regra geral, reduza os carboidratos líquidos para um valor entre 20 e 50 gramas por dia ou menos, e restrinja a proteína para 1 grama por Kg de massa magra. Para garantir que você esteja atendendo às suas necessidades nutricionais e mantendo as taxas ideais de nutrientes, uma ferramenta como o monitorador de nutrientes www.cronometer.com/mercola pode ser inestimável.

Acredito que é o rastreador de nutrientes ideal e o melhor disponível. Assim como meu plano nutricional, esse monitorador de nutrientes é gratuito. Ele está configurado para a cetose nutricional. Portanto, com base nos parâmetros básicos que você inserir, como altura, peso, percentual de gordura corporal e circunferência abdominal, ele calcula de forma automatizada as proporções ideais de carboidratos líquidos, proteínas e gorduras saudáveis (incluindo sua proporção de ômega-3 para ômega-6) para que você possa entrar em cetose nutricional, permitindo que seu corpo comece a queimar gordura em vez de açúcar como seu principal combustível e otimizando sua função mitocondrial.